Batata Literária – Obra Numa Manhã De Domingo

Estou no oitavo sono…
Tudo calmo… calmo…
De repente… um barulho ensurdecedor!!!
Ah, maldito caminhão!!!!
Caminhão de cimento!!!!
Motor a mil!!!
Fim do sossego…
Começo da falta de respeito…

Vou ao guarda-roupa
Abro as portas
Procuro, procuro, procuro
Xiii, não está lá…
Ah, já sei!!!!
Está na sala!
Atrás do sofá!!!
Deixa eu ir pegar…

Ah, aqui está você!
Sua danadinha!
Que bom que te limpei ontem!
Vamos lá embaixo, minha queridinha…
É hora de tocar o terror
Descendo pelo elevador
Oi, dona Maricota, tudo bem?
Qualquer dia vamos conversar se foi minha cachorrinha que latiu ou não…

Já na calçada!
Aqui está uma posição muito boa.
Preparar, apontar…
KABUM!!!!!!!
Ah, que alegria!
Caminhão em chamas!!!!
O silêncio está de volta!!!
Agora posso voltar a dormir!!!

O que seria de mim sem a minha bazuquinha????

 

Deixe uma resposta