Batata Movies (Especial Oscar 2018) – O Artista Do Desastre. Fazendo O Pior Filme Do Mundo.

     Sensacional cartaz do filme

Um filme muito bom e louco em nossas telonas.  “Artista do Desastre” ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator para musical ou comédia (James Franco) e concorre ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. É um filme sobre um filme que entrou para a História do Cinema como a pior coisa já feita para as telonas e que se transformou numa espécie de cult movie. O ator James Franco, interessado pela trajetória de vida do realizador da bizarra película “The Room”, Tommy Wiseau, decidiu contar essa história para nós. Ele assina a direção e protagoniza Wiseau no filme.

                                                 Um porra louca…

A história de “Artista do Desastre” começa num teatro, onde um ator excessivamente tímido é escovado pela sua professora perante toda a turma. Esse ator é Greg Sestero (interpretado por Dave Franco, irmão de James Franco) e sai do palco derrotado. A professora então se vira para os outros alunos e lhes pergunta se alguém pode fazer ali uma atuação em que não haja no aluno qualquer medo de exposição. Eis que se levanta Tommy e ele começa a gritar, espernear, subir a escada e se jogar. Isso encantou Greg, que se aproxima de Tommy, pedindo-lhe dicas de como vencer a inibição. Será apenas o começo de uma grande amizade, onde Greg vai cair de cabeça. Ele abandona a casa da mãe e vai com Tommy para Los Angeles tentar a vida artística, mas os dois não conseguem muita coisa. Eis que Tommy decide então escrever um roteiro e rodar um filme por conta própria. O cara tem muito dinheiro, mas ninguém sabe como. A partir daí, vemos o dia-a-dia das gravações numa torrente para lá de surreal, onde a vida imita a arte.

                           Dois irmãos interpretando dois amigos

Esse é um filme todo focado em James Franco, que esteve simplesmente sensacional. Essa, provavelmente, foi uma de suas melhores atuações da carreira, pois Tommy Wiseau era um total porra louca, extremamente carente e que parecia não ter a menor ideia do que estava fazendo, mergulhado numa dislexia total. O filme, que é muito engraçado ao seu início, se torna um bom drama com o passar da película, pois todo o lado frágil de Tommy aparece, assim como todo o seu atrito com a equipe de produção, onde tivemos situações bem cabeludas. É, sem dúvida, um personagem difícil de interpretar, mas o trabalho de Franco fez com que Tommy cativasse mais e mais o espectador. Dave Franco foi bem, mas não com a mesma intensidade que seu irmão, servindo apenas como uma espécie de escada para o protagonista principal. De qualquer forma, rolou uma boa química entre os dois, que toma ares de legitimidade quando sabemos que temos dois irmãos atuando. Foi um relacionamento legal de se ver, com altos e baixos, como todo relacionamento da vida real.

                                   Mão na massa!!!

Impossível não mencionar que esse também é um filme para os amantes do cinema em geral, pois fala do dia-a-dia de uma filmagem e de como uma pessoa que só tem a vontade e nenhum conhecimento sobre a realização de uma película (mas com muito dinheiro) empreende o seu sonho de escrever um roteiro, atuar e dirigir um filme. A gente, que gosta muito de cinema, se vê um pouco ali.

O filme também nos brinda com imagens de “The Room”, comparadas com as filmagens de “The Room” simuladas em “O Artista do Desastre”, numa tela dividida. Lá, pudemos ver os verdadeiros Tommy e Greg e comparar o trabalho dos irmãos Franco com o original “The Room” nos próprios takes.

                    James Franco e o verdadeiro Tommy Wiseau

Assim, “Artista do Desastre” é verdadeiramente um programa imperdível que estreou em nossas telonas. Mais um filme que concorre ao Oscar mas, acima de tudo, um grande trabalho de James Franco, que coroa a sua carreira e que é fruto da compra de uma boa ideia. Não deixe de ver.

Um pensamento em “Batata Movies (Especial Oscar 2018) – O Artista Do Desastre. Fazendo O Pior Filme Do Mundo.”

Deixe uma resposta