Batata Literária – Parábolas De Fim De Mundo

Desde o início dos tempos

Se fala do fim dos tempos

O mundo está aí, veio para ficar

Mas todos querem vê-lo acabar

Coisa de quem não gosta de amar

E querem ver a coisa se complicar

Eles se dizem videntes

Mas parece que, com sua vida, não estão contentes

 

O mundo pode se acabar de várias formas

Água, fogo, castigos divinos, crise financeira

Miséria, corrupção, violência e outras maneiras

Mas aí, eu me pergunto agora

Isso tudo aí já não acontece todo dia?

Não fizemos do nosso mundo uma caixa de vilania?

Alguns dizem, com muita propriedade

Que o mundo já acabou, mas ninguém ainda sabe

 

Ah, que saco! Só se fala em fim, em destruição!

Ninguém pensa na utilidade da construção!

Se o mundo está tão ruim assim

Devemos refazê-lo, por fim

Vamos eliminar toda a incoerência

E fazer como nossa bandeira a eficiência

Lutando por mais justiça

E amparando a afeição quebradiça

 

Por essas e por outras, que eu costumo dizer

Temos que parar de fazer a alma sofrer

Tanta dor e tanta angústia presente

Deve ser o motivo de tanta obsessão doente

Pelo fim de tudo e do mundo

Não aguentamos mais viver assim, prostrados lá no fundo

Vamos, então, novamente nos animar

E um mundo novo tentar buscar

Deixe uma resposta